Vinicius Schmidt/Metrópoles

Caminhoneiros autônomos que não receberam a primeira parcela do auxílio caminhoneiro em agosto têm até dia 29 deste mês para fazer a autodeclaração para receber o benefício do governo federal no valor de R$ 1 mil. As inscrições para o preenchimento do cadastro foram abertas nesta segunda-feira (15/8).

A autodeclaração poderá ser feita pelo Portal Emprega Brasil, no link https://servicos.mte.gov.br, ou por meio do aplicativo da Carteira de Trabalho Digital.

Aqueles que realizarem o cadastro até o final de agosto para adquirir o Benefício Emergencial aos Transportadores Autônomos de Carga, o Bem Caminhoneiro, irão receber o valor de R$ 2 mil, referente aos meses de julho e agosto. Contudo, os trabalhadores que efetuarem a autodeclaração após o 29 deste mês terão direito, somente, a receber o auxílio a partir do mês da realização do cadastro.

Para receber o benefício o caminhoneiro deverá realizar a autodeclaração e afirmar que atende aos requisitos legais exigidos e que está apto para realizar o transporte rodoviário de carga de forma regular. Além disso, deverá informar o Registro Nacional de Veículos Automotores (Renavam) dos veículos cadastrados junto à Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT).

De acordo com informações divulgadas pelo ministério durante coletiva de imprensa, nesta segunda-feira (15/8), há, atualmente, 190.861 Transportadores Autônomos de Cargas (TAC) considerados habilitados e que receberam as duas parcelas do benefício no último dia 9.

As próximas parcelas serão pagas em 6 de setembro. Já motoristas que realizarem a autodeclaração após o dia 29 de agosto poderão receber o auxílio, sem retroativo, no dia 24 de setembro.

(Metrópoles)

Artigo anteriorNo interior, Liceu Cláudio Santoro bate recorde e alcança mais de três mil com cursos artísticos
Próximo artigoLei de Roberto Cidade prevê ressarcimento ao cliente por má prestação de serviços de TV por assinatura e internet