Foto: Divulgação/Idam

Mais uma conquista para o produtor rural amazonense. A validade do Cartão do Produtor Primário (CPP) passou de 2 para 4 anos. A ampliação do prazo foi um pleito do Instituto de Desenvolvimento Agropecuário e Florestal Sustentável do Estado do Amazonas (Idam) ao Governo do Amazonas.

O Projeto de Lei nº 314, oriundo da Mensagem Governamental nº 50, que autorizava o Executivo a alterar dispositivos da lei anterior, foi aprovado, por unanimidade, na Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), na quinta-feira (15/05).

Para o diretor-presidente do Idam, Vanderlei Alvino, a extensão do prazo de validade garante ao trabalhador mais comodidade no que diz respeito à regularização do documento, que é emitido e renovado pelo instituto. “Agora, o produtor terá mais tempo para se dedicar à atividade, um prazo de tempo maior para participar de chamadas públicas e, também ter acesso a políticas públicas, além de vantagens como desconto na aquisição de implementos e equipamentos agrícolas e de pesca, vantagens garantidas por meio do CPP por quatro anos”, disse.

Alvino pontuou, ainda, que o pleito do Idam ocorreu devido aos entraves logísticos muitas vezes enfrentados pelo produtor rural. “Alguns moram em localidades isoladas e, muitas vezes, a distância é um fator que dificulta a ida deles à sede dos municípios. Então, conversamos com o governador Wilson Lima sobre essa situação, que prontamente se mostrou disposto a atender a essa necessidade do CPP ter validade por mais tempo antes de ser renovado”, pontuou.

Após o ‘sinal verde’ da Aleam, a ampliação segue para sanção do governador Wilson Lima e publicação no Diário Oficial do Estado (DOE).

Cartão do Produtor Primário

O Cartão do Produtor Primário (CPP) é um benefício do Governo do Estado do Amazonas, pela Lei Estadual n° 4.774/2019, de 1º de janeiro de 2019, destinado exclusivamente à pessoa física que exerça a atividade de produção rural. O documento é emitido e renovado pelo Idam, por meio das 75 Unidades Locais e postos avançados do instituto distribuídos nos 62 municípios avançados.

O documento garante ao produtor uma série de benefícios, que incluem o acesso a políticas públicas e crédito rural; a isenção do ICMS na aquisição de insumos, máquinas e equipamentos; possibilidade de emitir notas fiscais Modelo 04 (Produtor Rural); desconto de energia elétrica junto à operadora; e a comprovação do tempo de trabalhado do produtor rural no setor primário durante o processo de aposentadoria.

Para a obtenção do CPP, o solicitante precisa apresentar os seguintes documentos: Carteira de Identidade/RG, CPF, comprovante de residência e documentação da propriedade (título da propriedade ou contratos seja de arrendatário, usufrutuário, comodatário).

Artigo anteriorArena da Amazônia será uma das sedes da Copa do Mundo de Futebol Feminino de 2027
Próximo artigoAmazonas Energia é notificada pelo Procon-AM após apagão em Manacapuru e quedas de energia em Presidente Figueiredo