Débora Menezes esteve reunida com o governador Wilson Lima e a secretaria de Educação, Kuka Chaves (Foto: Divulgação)

A deputada estadual Débora Menezes (PL), tem se dedicado a encontrar soluções jurídicas e políticas, amparadas na legislação estadual, visando à continuidade do Programa das Escolas Cívico-Militares (PECIM) no Amazonas. O PECIM tem como propósito oferecer uma educação de qualidade, fundamentada em princípios cívicos e militares, buscando não apenas o desenvolvimento intelectual, mas também a transmissão de valores éticos e morais essenciais à formação de cidadãos conscientes e responsáveis.

Sete escolas no Amazonas, incluindo seis em Manaus e uma em Tabatinga, foram beneficiadas por esse modelo, lançado em 2019 durante a gestão do ex-presidente Jair Bolsonaro. Os resultados positivos obtidos no estado, como a redução da evasão escolar e o aumento do desempenho dos estudantes, destacaram a eficácia do programa.

Entretanto, a parlamentar destaca que o PECIM deixou de ser assistido pelo Governo Federal, conforme uma portaria do Ministério da Educação que encerrou o programa em todo o território nacional. Diante disso, Débora Menezes tem empreendido esforços para buscar alternativas, garantindo a manutenção do programa no Amazonas de maneira juridicamente adequada.

A deputada tem articulado com o Governo do Amazonas, dialogando com o secretário da Casa Civil, Flávio Antony, e com a secretária executiva da Secretaria de Estado de Educação e Desporto Escolar (Seduc-AM), Rute Lima, bem como com a equipe técnica da Seduc-AM. O objetivo é garantir a permanência efetiva do PECIM no estado, contando com o apoio e aval do governador Wilson Lima.

Débora Menezes enfatiza seu compromisso com o fortalecimento da educação, assegurando ambientes seguros e propícios ao aprendizado. Em suas palavras, “Estamos comprometidos em fortalecer a educação, garantindo ambientes seguros e propícios ao aprendizado. Seguimos trabalhando juntos para o futuro educacional do nosso Estado.”

Além disso, a deputada ressalta que, com o aval do governador, os trabalhos operacionais estão em andamento para a permanência efetiva do Programa das Escolas Cívico-Militares no Amazonas. Débora Menezes reitera sua confiança na importância do programa para a educação local, destacando os resultados positivos no combate à evasão escolar e na criação de ambientes seguros para o aprendizado.

A deputada encerra sua declaração reafirmando seu compromisso contínuo como defensora do Programa das Escolas Cívico-Militares no Amazonas e sua determinação em trabalhar incansavelmente pelo futuro educacional do estado. “Reforço meu compromisso em continuar trabalhando em prol da educação amazonense, buscando soluções que garantam a qualidade e a inclusão dos estudantes, reafirmando seu compromisso com o desenvolvimento do Estado”, finalizou Débora Menezes.

Artigo anteriorVice-presidente do STJ restabelece solenidade de posse para Conselheiros Tutelares em Manaus
Próximo artigoJaneiro Branco: Turismo em sintonia com a natureza ajuda no equilíbrio emocional