Um oficial iraniano afirmou à Reuters que as informações sobre o acidente aéreo envolvendo o presidente iraniano Ebrahim Raisi são “preocupantes”, embora estejam esperançosos. O helicóptero em que estava o chefe de Estado do Irã caiu, neste domingo (19/5), na região de Varzaqan, segundo a agência de notícias da República Islâmica. A causa do incidente teria sido más condições climáticas.

A TV estatal do Irã informou que o presidente retornava da inauguração de uma represa. Devido ao mau tempo, equipes de resgate enfrentam dificuldades para acessar o local.

Também estavam a bordo do helicóptero o ministro das Relações Exteriores do Irã, Hossein Amirabdollahian; o governador da província iraniana do Azerbaijão Oriental, Malek Rahmati; o líder religioso Hojjatoleslam Al Hashem; entre outras autoridades.

“O estimado presidente e a empresa estavam voltando a bordo de alguns helicópteros, e um dos helicópteros foi forçado a fazer um pouso forçado devido ao mau tempo e à neblina”, confirmou o ministro do Interior do Irã, Ahmad Vahidi, à TV estatal.

“As equipes estão a caminho da região, mas, devido ao mau tempo e à neblina, pode levar algum tempo para chegarem ao helicóptero”, acrescentou Vahidi.

Artigo anteriorCity vence West Ham e conquista tetra inédito da Premier League
Próximo artigoGabigol admite que usou camisa do Corinthians e pede desculpas à torcida do Flamengo: “Errei”