Palmeiras inicia 2022 com time ‘camaleão’, tendo Piquerez como curinga

Compartilhe

Na entrevista coletiva após a vitória do Palmeiras sobre o Novorizontino, Abel Ferreira utilizou uma metáfora envolvendo um camaleão para comentar sobre uma característica tática do seu time no domingo.

“Quando muda a cor, um camaleão continua a ser um camaleão. Ele só muda de cor, mas um camaleão é sempre um camaleão. Eu gosto muito de usar essa metáfora para explicar às pessoas. Podemos jogar com mil e um sistemas, o importante é que os jogadores saibam os comportamentos que precisam ter com e sem a bola. Se os jogadores entendem o jogo, podem jogar em qualquer sistema”, afirmou o treinador.

Mas, afinal, por que o Palmeiras foi um camaleão contra o Novorizontino?

No primeiro tempo, o Verdão entrou em campo com um 3-4-3, repetindo a formação utilizada na final da Libertadores, contra o Flamengo. A linha defensiva contou com Gustavo Gómez, Luan e Piquerez, enquanto Mayke e Gustavo Scarpa foram os alas. Raphael Veiga e Dudu atuaram mais centralizados, flutuando atrás de Rony.

Para a etapa final, Abel não promoveu nenhuma substituição, porém o time voltou com uma disposição tática totalmente diferente. E a chave para a mudança foi Piquerez.

300x250tce

O uruguaio deixou de ser zagueiro e passou a atuar em sua posição de origem, na lateral esquerda. Assim, Scarpa passou a ocupar uma faixa mais avançada no campo, com Mayke recuando e compondo a linha de quatro defensiva.

Desde o final do ano passado, a chegada de um zagueiro canhoto era um dos principais pedidos de Abel. Afinal, um jogador com esse perfil encontra muito mais facilidade para iniciar as jogadas pela esquerda, conduzindo e encontrando bons passes.

O Palmeiras chegou a acertar a contratação de Valber Huerta, porém o defensor chileno foi reprovado nos exames médicos. No fim, o clube se reforçou com Murilo, que não é destro, mas está acostumado a atuar pelo lado esquerdo. Apesar da chegada do jogador formado pelo Cruzeiro, Abel indica que vê Piquerez como um bom nome para a vaga neste início de ano.

Com o resultado deste domingo, o Palmeiras se isolou na liderança do grupo C do Paulista, com três pontos. Na próxima rodada, o time recebe a Ponte Preta, no Allianz Parque, às 21h35 da quarta-feira que vem. (Gazeta Esportiva)