O lateral Matheuzinho, que pertence ao Flamengo, estava treinando no Corinthians, mas o clube desistiu da contratá-lo. Isso aconteceu porque os clubes não entraram em acordo sobre detalhes do contrato.

Para assinar o vínculo, o Timão discordou de três exigências feitas pelo Rubro-Negro. No fim, a equipe carioca solicitou a oficialização do acordo sem os ajustes pedidos pelo Alvinegro.

Os pontos de discordância foram:

  • Nenhuma taxa de vitrine incluída no contrato – o Corinthians propôs 20%. Ou seja, se o Rubro-Negro vendesse o jogador para outra equipe durante o empréstimo, o Timão não teria direito a arrecadar com a transferência.
  • Valor de compra pré-fixado em 11 milhões de euros pelo Flamengo.
  • Cláusula de retorno imediato em caso de solicitação do Flamengo.

CONTRATAÇÃO NÃO ESTAVA CERTA?

O presidente do Corinthians, Augusto Melo, chegou a garantir publicamente que Matheuzinho estava contratado.

– Já está no clube treinando, está contratado o Matheuzinho, fazendo exames. A gente fortaleceu muito o meio de campo para trás e temos um ataque muito bom, rápido – afirmou o mandatário, em entrevista ao “Jogo Aberto”, na última semana.

Para a defesa, o Timão conta com os seguintes nomes: os zagueiros Félix Torres, Gustavo Henrique, Caetano e Raul Gustavo; e os laterais Fagner, Rafael Ramos, Hugo e Diego Palacios.

Artigo anteriorVanessa Lopes está sob cuidados médicos após o BBB, diz site
Próximo artigoAlvo de gigante europeu, Benzema nega desejo de sair do Al-Ittihad: ‘Não sabem mais o que inventar’