27.3 C
Manaus
segunda-feira, 27 de maio de 2024

Em Parintins e Santa Isabel do Rio Negro, demanda de pescadores por crédito rural atinge R$ 1,7 milhão

Do total de recurso, foram entregues à categoria R$ 336,2 mil em implementos e apetrechos pesqueiros — três motores de popa 15 Hp, 14 canoas de alumínio, sete freezers e 19 motores rabetas — e mais R$ 145,3 para o custeio da atividade, segundo a Unidade Local Idam/Caapiranga.

Em Parintins e Santa Isabel do Rio Negro (distantes 369 e 630 quilômetros de Manaus, respectivamente), a demanda de pescadores artesanais por crédito rural atingiu a marca de R$ 1,7 milhão. O valor é referente a 94 projetos de crédito elaborados pelo Instituto de Desenvolvimento Agropecuário e Florestal Sustentável do Estado do Amazonas (Idam), que já foram repassados à avaliação da Agência de Fomento do Estado do Amazonas (Afeam), a responsável pela concessão do recurso.

Os projetos foram elaborados durante ações simultâneas nos municípios, realizadas por meio da Gerência de Apoio à Aquicultura e Pesca (Geape) do Idam. Em Parintins, a atividade, que iniciou no dia 14 de abril, já contabilizou, até o momento, 48 projetos de crédito, que, juntos, representam R$ 933 mil. Vale destacar que os serviços relacionados à oferta de crédito seguem a topo vapor no município.

Já em Santa Isabel do Rio Negro, de 23 a 30 de abril, foram elaborados 46 projetos de crédito rural que, juntos, atingiram a marca de R$ 842 mil. Do montante, R$ 605.4 mil são referentes à aquisição de implementos para pesca e R$ 202,3 mil para custeio da atividade pesqueira.

Na avaliação do diretor-presidente do Idam, Vanderlei Alvino, o serviço tem como foco o fomento do segmento pesqueiro, por meio do financiamento de equipamentos e apetrechos de pesca, como, por exemplo, malhadeiras, tarrafas, caniços, caixas de isopor, canoas de alumínio, freezers e motores de popa e rabetas, além de recurso para o custeio da atividade pesqueira

Alvino destaca, ainda, que informações sobre crédito rural podem ser obtidas em todas as Unidades Locais (UnLocs) e postos avançados do Idam distribuídos nos 62 municípios amazonenses. “Assim como o pescador artesanal, todo pequeno produtor rural pode procurar o Idam para obter o serviço, que é realizado pelo instituto em conjunto com a Afeam”, pontuou.

Caapiranga

Enquanto em Parintins e Santa Isabel do Rio Negro, os projetos estão em fase de avaliação e assinaturas de contratos, pescadores artesanais de Caapiranga (a 134 quilômetros da capital), da Colônia de Pescadores Z-40 e do Sindicado dos Pescadores Artesanais do município, já colhem os ‘frutos’ do recurso financeiro viabilizado por meio do Idam e Afeam. A categoria recebeu, no início desta semana, R$ 481,5 mil em crédito rural, fruto de 26 projetos elaborados pelo instituto.

Do total de recurso, foram entregues à categoria R$ 336,2 mil em implementos e apetrechos pesqueiros — três motores de popa 15 Hp, 14 canoas de alumínio, sete freezers e 19 motores rabetas — e mais R$ 145,3 para o custeio da atividade, segundo a Unidade Local Idam/Caapiranga.

Artigo anteriorCeci Aparecida ensina arteterapia para idosos com produtos recicláveis
Próximo artigoTambaquis e matrinxãs: pesquisas do AM no exterior prometem revolucionar aquicultura local